Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Amaciamento
03/06/2014, 23:25
Resposta: #1
Amaciamento
Como vocês tão amaciando o carro de vocês ?

Na maciota ?

Normal ?

Sentando o pau ?

rsrs, aqui eu pisei sem dó, tá com 2200km e tá andando muito !

Primeiro tanque de gasolina podium, depois só viu alcool !
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Citar esta mensagem em uma resposta
03/06/2014, 23:46
Resposta: #2
RE: Amaciamento
Boa noite, Thyago!

Meu carro está com míseros 300km rodados, então estou pegando leve com ele ainda rs

Mas essa é uma dúvida que tenho: a partir de qual quilometragem pode-se começar a forçar um pouco mais o motor?

Abraços
Encontrar todas as respostas deste usuário
Citar esta mensagem em uma resposta
04/06/2014, 00:30
Resposta: #3
RE: Amaciamento
De acordo com o mestre Bob Sharp depois dos 100km, aqui uma transcrição do texto :

Amaciamento

No manual do proprietário do Volkswagen 1953 lá de casa se lia algo como: "O motor do seu Volkswagen foi fabricado dentro das modernas técnicas. Assim, não é preciso nenhum cuidado especial ao dirigi-lo nos primeiros quilômetros". Viram bem o ano? Faz quase 60 anos! Entretanto, persiste até hoje a noção de que é necessário o amaciamento do motor novo. Não precisa.

Antigamente - estamos falando dos anos 50 e 60 - alguns carros até vinham com um adesivo no vidro que dizia "Amaciando" ou em francês, "En rodage", como justificativa para estar trafegando mais lentamente que o tráfego, como que pedindo desculpas.

Com a notável precisão de usinagem dos tempos modernos não há mais o que "amaciar" no motor. Ele já sai macio de fábrica. O oposto de outras épocas, em que motor novo era "duro", e não com livre movimento das peças móveis. Era mesmo preciso rodar mais devagar até que o motor fosse "soltando", ou poderia se danificar, como fundir um mancal de biela ou de apoio do virabrequim.

O que existe até hoje, isso sim, é o motor ganhar potência após cerca de 5.000 km, alguns 10.000 km, devido ao assentamento dos anéis, levando à melhor vedação entre pistão e cilindro. Se o leitor quiser dispensar cuidado ao motor zero-quilômetro, que evite girá-lo muito até o carro rodar 100 km - isso mesmo, cem quilômetros - só para garantir que os anéis não girem nas canaletas dos pistões por vibração, o que poderia tirá-los do espaçamento padrão de 120° e prejudicar a vedação. Ficar entre 3.000 e 4.000 rpm. Após 100 km isso não ocorre mais, pois as pontas dos anéis já criaram um microscópico ressalto no cilindro, suficiente para travá-los nas canaletas dos pistões na posição ideal.
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Citar esta mensagem em uma resposta
04/06/2014, 08:48
Resposta: #4
RE: Amaciamento
Bom dia!

Tópico interessante esse!!
Bom vamos lá... peguei meu up! ontem no final da tarde (estou devendo as fotos, logo postarei! Alegre ), e como comprei numa cidade vizinha da minha, tive que pegar pista para trazer o carro para casa.
Minha experiência foi excelente, quando vi o ponteiro já marca 100 km/h, e houve momentos que arrisquei 120 -130 km/h e o carro não negou fogo!!

Acredito que agora andarei mais na maciota, pois dirijo mais dentro da cidade mesmo, portanto no máximo 80 km/h.

Abraços.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Citar esta mensagem em uma resposta
04/06/2014, 10:33
Resposta: #5
RE: Amaciamento
(04/06/2014 00:30)Thyago Escreveu:  De acordo com o mestre Bob Sharp depois dos 100km, aqui uma transcrição do texto :

Amaciamento

No manual do proprietário do Volkswagen 1953 lá de casa se lia algo como: "O motor do seu Volkswagen foi fabricado dentro das modernas técnicas. Assim, não é preciso nenhum cuidado especial ao dirigi-lo nos primeiros quilômetros". Viram bem o ano? Faz quase 60 anos! Entretanto, persiste até hoje a noção de que é necessário o amaciamento do motor novo. Não precisa.

Antigamente - estamos falando dos anos 50 e 60 - alguns carros até vinham com um adesivo no vidro que dizia "Amaciando" ou em francês, "En rodage", como justificativa para estar trafegando mais lentamente que o tráfego, como que pedindo desculpas.

Com a notável precisão de usinagem dos tempos modernos não há mais o que "amaciar" no motor. Ele já sai macio de fábrica. O oposto de outras épocas, em que motor novo era "duro", e não com livre movimento das peças móveis. Era mesmo preciso rodar mais devagar até que o motor fosse "soltando", ou poderia se danificar, como fundir um mancal de biela ou de apoio do virabrequim.

O que existe até hoje, isso sim, é o motor ganhar potência após cerca de 5.000 km, alguns 10.000 km, devido ao assentamento dos anéis, levando à melhor vedação entre pistão e cilindro. Se o leitor quiser dispensar cuidado ao motor zero-quilômetro, que evite girá-lo muito até o carro rodar 100 km - isso mesmo, cem quilômetros - só para garantir que os anéis não girem nas canaletas dos pistões por vibração, o que poderia tirá-los do espaçamento padrão de 120° e prejudicar a vedação. Ficar entre 3.000 e 4.000 rpm. Após 100 km isso não ocorre mais, pois as pontas dos anéis já criaram um microscópico ressalto no cilindro, suficiente para travá-los nas canaletas dos pistões na posição ideal.

Legal o texto, Thyago!

De qualquer maneira, vou procurar alguma informação no manual a respeito desse tópico e, caso encontre, compartilho com vocês.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Citar esta mensagem em uma resposta
04/06/2014, 10:44
Resposta: #6
RE: Amaciamento
No meu caso segui o que estava no manual do veiculo.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Citar esta mensagem em uma resposta
04/06/2014, 10:55
Resposta: #7
RE: Amaciamento
(04/06/2014 10:44)LKenappe Escreveu:  No meu caso segui o que estava no manual do veiculo.

Poderia compartilhar com os meros mortais que estão sem acesso ao manual agora, caro LKenappe?
Encontrar todas as respostas deste usuário
Citar esta mensagem em uma resposta
04/06/2014, 11:26
Resposta: #8
RE: Amaciamento
Tudo conversa fiada de teoricos que ficam sentados na cadeira e não vivem nada da pratica, vou dar o exemplo mais claro possivel, tive uma moto Yamaha XT660, motor italiano de primeirissima linha e muito duravel. Quando nova a ventuinha do radiador entrava com muita freqüência na cidade e no caso da moto via perfeitamente porque fazia barulho e subia um bafo quente. Com o tempo a ventuinha foi entrando cada vez menos a depois de uns 2000km só entrava no transito quando o dia estivesse muito quente e transito muito travado, isso deixa muito claro que o motor aquecia mais no inicio, sinal de maior atrito das partes.
Todos os carros e motos 0km que tive os primeiros tanques sempre foram mais gastões, sinal que o motor faz mais esforço, sem duvida.
Qual a teoria que explica que um motor esquenta mais e gasta mais e depois de funcionar por um periodo longo de tempo ele passa a gastar menos e aquecer menos? lei da gravidade?
Os componentes do motor se assentam sim, em niveis minimos mais assentam e acabam levando micro particulas de metal para o filtro de oleo que passa a funcionar mais obstruido ou mesmo o oleo passa a ter micro particulas de metal funcionando como abrasivo, pra isso que existe filtro.
Não precisa se arrastar tambem, ande "normal" como andaria no dia a dia sem grandes pressas, isso sim é benefico porque permite arrancadas, reduzidas, aceleradas moderadas e etc sem abusos.
Se esmerilhar o carro vai quebrar? Não, de forma alguma mas pode ter certeza que ele vai durar menos, vai apresentar sintomas de desgaste mais cedo e etc.
Os 1000km é só um parametro, parece pouco mas digamos que ande os 1000km em 5a marcha que da a maior relação do carro, algo bem improvavel pois vai rodar no dia a dia usando marchas menores, se a 100km/h esta a 3100RPM, o motor vai ter "rodado" quase 2 milhoes de vezes.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Citar esta mensagem em uma resposta
04/06/2014, 12:12 (Resposta editada pela última vez em: 04/06/2014 12:15 por Thyago.)
Resposta: #9
RE: Amaciamento
Esquenta muito porque os aneis de segmento estão muito apertadados as camisas do cilindro, com o passar do tempo elas se desgastam, gerando menos atrito, os aneis ajudam a selar a camara de combustão, se não forem forçados não se moldam a camisa, o que leva o carro a ter menos compressão e a gastar mais oleo.

http://www.mototuneusa.com/break_in_secrets.htm
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Citar esta mensagem em uma resposta
04/06/2014, 12:28
Resposta: #10
RE: Amaciamento
(04/06/2014 10:55)lofin Escreveu:  Poderia compartilhar com os meros mortais que estão sem acesso ao manual agora, caro LKenappe?

"O motor deve ser amaciado durante os primeiros 1500 quilômetros, [....] Não conduzir com rotação muito baixa. Reduzir a marcha sempre que o motor não estiver operando de maneira regular"

  • Até os 1000 km vale:
Não acelerar ao máximo

Não submeter o motor a uma rotação maior que 2/3 da rotação máxima
  • Entre 1000 e 1500 km vale:
Pode-se elevar gradualmente a velocidade e a rotação do motor, limitados a velocidade do respectivo local de rodagem
Encontrar todas as respostas deste usuário
Citar esta mensagem em uma resposta
Responder 


Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes