Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
3 motores eletricos no cambio automatizado
24/01/2015, 19:54
Resposta: #1
3 motores eletricos no cambio automatizado
Up! I-Motion inova com adoção de câmbio automatizado
Totalmente novo, o câmbio I-Motion que equipa o up! é denominado SQ100 e foi desenvolvido com os objetivos de proporcionar maior conforto, precisão de respostas, eficiência (inclusive colaborando para a redução no consumo de combustível), baixo peso e manter o elevado padrão de manutenção e durabilidade Volkswagen.
Com peso de aproximadamente 30 kg e capacidade de torque de 120 Nm, o novo câmbio SQ100 é um dos mais leves e compactos automatizados já construídos.
Um dos aspectos que diferenciam o câmbio SQ100 é a utilização de atuadores eletromecânicos para a operação de acolamento e desacoplamento da embreagem e a troca de marchas. Isso ajuda a reduzir o peso e o tamanho do conjunto.
Os atuadores são montados diretamente na caixa de câmbio e estão divididos basicamente em dois grupos: o mecanismo de mudança de marchas e a unidade que regula a abertura e o fechamento da embreagem.
O mecanismo de mudança é composto por dois motores elétricos independentes: um para a seleção e outro para a troca de marchas. Eles, respectivamente, acionam a árvore para seleção de marchas, na qual é localizado o dedo seletor – o responsável pela ativação da marcha selecionada.
A unidade reguladora da embreagem é operada por outro motor elétrico. Com a aplicação de uma mola de compensação (que compensa a força contrária realizada pela mola do platô da embreagem), consegue-se a abertura e o fechamento controlado da embreagem com um motor elétrico relativamente pequeno e leve, garantindo a suavidade de operação e o conforto por meio de um sistema compacto e robusto.Para reduzir o consumo de energia, esses motores elétricos só são energizados quando em utilização. Quando a marcha está selecionada, é interrompida a alimentação desses motores.
O motor elétrico do regulador da embreagem também só recebe energia quando em funcionamento – com a embreagem fechada, sua alimentação é interrompida, reduzindo o consumo.
Graças ao uso de sensores de posição nos três motores elétricos e de um sensor suplementar separado que detecta a velocidade de rotação da árvore primária, o câmbio fica sob monitoramento constante pela unidade de controle da transmissão (TCU), permitindo ser comandado de forma rápida, dinâmica e precisa.
Por meio da nova alavanca sem cabos (“shift by wire”) no console o motorista seleciona “D”, “M”, “N”, “R. No modo automático “D”, a caixa seleciona os pontos de troca que melhor atendam critérios de economia de combustível, conforto e segurança.
O software de gerenciamento da transmissão foi feito em parceria com a Porsche, sendo que os mapas foram elaborados a partir dos dados de eficiência do motor e das vias urbanas, estando adaptadas às necessidades do consumidor brasileiro.
Se necessário, a qualquer momento, é possível trocar a marcha escolhida pela TCU manualmente, por meio da alavanca, movendo-a no sentido longitudinal (para a frente e para trás). Ou seja, apesar de estar rodando em modo automático, a TCU sempre dá prioridade ao desejo do motorista. Após algum tempo, dependendo das condições de rodagem, o sistema volta automaticamente a gerenciar em modo “D”.
Caso o motorista precise de mais esportividade, pode selecionar o modo “M” e trocar de marchas manualmente de forma definitiva. Nesse caso, a interferência da TCU ocorre somente em caso de segurança.
A unidade de controle da transmissão (TCU) também permanece em conexão direta com os controles eletrônicos do motor e do freio, por meio de rede CAN. As trocas de marchas são feitas baseadas no modo de condução do motorista e na posição do pedal do acelerador.
Essa unidade de controle está posicionada separadamente da caixa de câmbio e protegida de água, calor e vibração.
FONTE: http://www.carrosecorridas.com.br/2014/0...omatizado/
Encontrar todas as respostas deste usuário
Citar esta mensagem em uma resposta
25/01/2015, 07:56 (Resposta editada pela última vez em: 25/01/2015 08:24 por Leovza.)
Resposta: #2
RE: 3 motores eletricos no cambio automatizado
Esses três motores deveriam se chamar; Lerdo, Lerdinho e Sonolento.
Acho esse sistema pessimo, toda vez que uso passo raiva. Ele é lerrrrrrdo toda vida e mais um pouco. Chegue em segunda em uma rampa da garagem (por exemplo) em baixa velocidade, o carro vai entrar na rampa, perder velocidade, vai parar (trocando de 2ª para 1ª) e voltar a andar dando um tranco, detalhe, você estava acelerando o tempo todo e vai existir o tranco porque naturalmente ao sentir o carro parando você acaba acelerando mais e quando ele engrenar a primeira será como uma arrancada mais forte. A troca é extremamente lenta, pelo menos eu troco de marcha em metade do tempo e sem dar trancos (ele também não dá um "tranco" porém trocando de marcha à modo vovó, o que se sente é o intervalo de aceleração, ele sobe o giro ai o motor lentamente cai o giro até o regime da próxima marcha e ele continua). O modo manual não resolve muita coisa também pois de fato ele sabe a marcha certa a usar porém o que pega é o tempo de troca, é lento demais e em subidas o suficiente para perder embalo e em baixas velocidades em rampa fazer o carro simplesmente parar, a 1ª impressão (na primeira vez que você anda e passa por isso) você acha que o carro simplesmente parou, o câmbio deu tilt, coisa assim e derrepente ele arranca, depois você já sabe que é lento mesmo porém nunca deixa de ser desagradável pois parece uma barbeiragem, pode ter certeza que uma pessoa que não conheça o câmbio e ande com você vai te chamar de barbeira.rs
Agora no plano e declive (ou pouco aclive) e em velocidades normais é satisfatório. Esse cambio só não pode ver subida ou fazer uma tocada mais esportiva pois o tempo de troca dele destrói qualquer pretenção de sucesso nessas situações. Seria necessário pensar seriamente em um modo esportivo, perder conforto para ter uma troca mais rápida pois assim pelo menos resolveria a parte do desempenho (não é uma situação rotineira mas quando você quer uma tocada mais animada ele estraga seus planos e abrir mão de uma troca mais Suave para ganhar agilidade pode ser viável.)
Encontrar todas as respostas deste usuário
Citar esta mensagem em uma resposta
27/11/2018, 22:54
Resposta: #3
RE: 3 motores eletricos no cambio automatizado
Boa noite, tenho um up move15/15 com38 mil km. Notei que ao ligar e engatar o D ou o R é preciso acionar o pedal do freio, depois que engata uma vez, não preciso mais acionar l freio para engatar o D ou o R? Isso é uma característica do up ou um defeito ?
Encontrar todas as respostas deste usuário
Citar esta mensagem em uma resposta
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas: Visualizações: Última Resposta
  Módulo para acionar vidros elétricos pelo alarme mateusaf 0 943 16/05/2017 16:40
Última Resposta: mateusaf
  Barulho (alto) do cambio com o carro desligado mateusaf 1 1.092 06/05/2017 23:08
Última Resposta: pirassununga51
  Problema no câmbio Vamberto 4 1.919 21/01/2017 10:03
Última Resposta: Carlos Ipatinga
  Remover bolota do cambio rdgil 0 1.007 11/05/2016 13:04
Última Resposta: rdgil
  AJUDA Vibração Embreagem e Cambio UP TSI Henrique 2 2.644 30/10/2015 17:59
Última Resposta: Admin
  Cambio do UP! Europeu Ricardomkz 1 1.891 26/11/2014 19:36
Última Resposta: hudsonsilver

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes